Antigamente, era muito comum as mulheres não trabalharem fora, passando o dia em casa cuidando dos afazeres domésticos e dos filhos. Hoje, muitas mulheres precisam trabalhar fora de casa para auxiliar nas despesas da família. Com a saída para o mercado de trabalho, muitas mães têm dificuldade em estar presente na vida dos filhos e acompanhar de perto o seu crescimento e desenvolvimento, ser uma mãe presente, independe de você trabalhar fora ou não. Mesmo as mamães mais ocupadas podem encontrar um jeitinho de participar da vida dos seus filhos. Quer ver como?

Dedique Tempo

Mesmo com uma rotina pesada, tire tempo para seu filho. Dedique, no mínimo, 20 minutos para dar atenção exclusiva a ele; sente junto e ouça as suas necessidades. Esse momento não é apenas para ficar ao lado dele, resolvendo problemas do trabalho ou no celular, é sim um momento único de estabelecer uma relação de confiança e amizade, entendendo as suas necessidades e ensinando-os nas dificuldades.

Realize o Culto Familiar

Uma ótima maneira de se fazer presente é realizar o culto familiar. Essa deve ser a principal atividade do dia! Então aproveite e conte histórias da Bíblia tirando lições para a vida. Outra opção é relembrar a história de conversão da família, mencionar as alegrias e dificuldades enfrentadas, ressaltando sempre o cuidado e amor de Deus. Lembre-se, o culto familiar dever ser curto, criativo e prazeroso, assim a criança irá fortalecer o vínculo afetivo com os pais e desenvolverá a sua fé em Deus.

Faça as Refeições Juntos

O momento da refeição é ótimo para interagir com os filhos, e as crianças tendem a se alimentar melhor na presença dos pais. Nesse momento, desligue os aparelhos eletrônicos e ligue-se em seu filho. Se não é possível tomar o desjejum ou almoçar juntos, jantem e aproveitem para conversar sobre como foi o dia ou mesmo preparar a refeição em família. Tenha certeza de que estes momentos ficarão na memória afetiva de seu filho.

Brinque

Se durante a semana os dias são muito corridos, procure desacelerar nos finais de semana. Tire tempo para brincar com o brinquedo que seu filho escolher, assista um filme juntos, passeie ao ar livre, sente no chão para rever fotos e aproveite para contar histórias engraçadas da família.  Ao brincar, a criança experimenta sentimentos, aprende sobre regras e é estimulada a usar a imaginação. Além de divertido, brincar com seu filho estimula a união dos laços familiares.

Elogie

Infelizmente somos mais hábeis em criticar do que elogiar. Muitas vezes, tudo o que os filhos precisam é perceber que eles são importantes. Da próxima vez em que ele falar: “Olhe mãe (ou pai) o que eu sei fazer?”, pare, olhe e elogie. A autoestima infantil deve ser estimulada para que a criança tenha autoconfiança, portanto, o elogio é uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento emocional e saudável de uma criança. Exercitemos mais as palavras positivas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze − 4 =