Você se considera uma pessoa agradecida? Consegue perceber os motivos pelos quais deve agradecer? Sabe por que é importante desenvolver o sentimento de reconhecimento por ter recebido algo de bom de uma pessoa?

Gratidão é um dos principais gatilhos da felicidade. Sempre que agradecemos nosso cérebro responde com o aumento do nível de dopamina (neurotransmissor responsável pela sensação de prazer), fazendo com que sintamos alegria e bem-estar.

Entretanto, agradecer tem sido um desafio para algumas pessoas, porque ser agradecido não é algo natural. Infelizmente, devido à origem do pecado, desenvolvemos uma natureza egoísta, autossuficiente, de insatisfação, apesar das bênçãos que Deus proporciona a cada dia para cada um dos Seus filhos. Mas, em Sua Palavra encontramos a principal razão para agradecer: “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus” (I Te 5:18).

O apóstolo Paulo, autor desse texto bíblico, não somente era agradecido, mas também falava sobre gratidão como uma virtude do cristão. Quando a desenvolvemos tornamos possível um olhar diferente para as situações adversas, nos tornarmos pessoas mais felizes e até proporcionamos mais saúde ao corpo. Segundo Ellen White, “coisa alguma tende a promover mais saúde do corpo e da alma do que um espírito de gratidão e louvor. É um positivo dever resistir à melancolia, às ideias e sentimentos de descontentamento – dever tão grande como é orar.” (CBV, pág. 251).

Em todos os momentos devemos expressar gratidão, porque diariamente recebemos bênçãos das mãos generosas de Deus – “Ao abrir os olhos pela manhã, devemos dar graças a Deus por nos haver guardado durante a noite. Devemos agradecer a Deus pela paz que temos no coração. De manhã, ao meio-dia e à noite, qual suave perfume, devemos ascender ao Céu a nossa gratidão.  Até nos momentos das refeições devemos agradecer.” (CBV, pág. 253).

É Deus que nos concede a vida, provê diariamente o alimento, envia o sol, a chuva e faz florescer a vegetação. Logo, a gratidão deve fazer parte do ser humano, que desde a infância deve ser ensinado a colocá-la em prática.

Quer começar a ter essa experiência? Existem várias maneiras. A gratidão pode ser expressa por meio de texto, gestos, palavras ou pequenos detalhes do dia a dia, como “dignos de nota” e agradecimento pronunciado a alguém. Contudo, a maior gratidão deve ser elevada diariamente ao Autor de nossa vida: Deus! Em momentos de louvor, oração, de modo geral, e de entrega dos dízimos e das ofertas de ação de graças, mais especificamente.

Que você seja uma pessoa agradecida, porque gratidão é muito mais do que dizer “muito obrigado” em um determinado momento. Ser grato deve ser um modo de viver, pois essa é a vontade de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × cinco =